LOURDES

HÁ 160 ANOS UM LUGAR DE GRANDES EMOÇÕES

A 11 de fevereiro de 1858 Bernadette Soubirous presenciou uma aparição da Mãe de Deus na Gruta Massabielle no Rio Gave, que passa em Lourdes. Ela viu como relatou uma “senhora vestida de branco, cercada de luz, que olhou para mim e sorriu”. Foi a primeira aparição de outras 17 que se lhe seguiriam. Todos os anos Lourdes recebe milhões de pessoas de todo o mundo que visitam o Santuário de Nossa Senhora de Lourdes.

A água desempenha um papel fundamental em Lourdes. Por um lado, o rio Gave, mas especialmente a água da nascente, que Bernadete descobriu em 25 de fevereiro de 1858 e que é um símbolo de purificação. Tomar banho nessas águas é uma experiência espiritual extraordinária e faz parte de todas as peregrinações a Lourdes.

Desde as aparições marianas, o local de peregrinação visa acolher um grande número de peregrinos doentes e oferecer-lhes uma estadia agradável. Atualmente existem dois asilos que cuidam de peregrinos idosos, doentes e deficientes.

A procissão eucarística com a bênção aos doentes, que se realiza todos os dias às 17 horas, entre abril e outubro, é uma experiência particularmente comovente para os crentes doentes e deficientes.

De abril a outubro realiza-se todas as noites às 21h uma procissão de luzes. Este é, sem dúvida, o momento mais comovente de cada dia de peregrinação em Lourdes em que os peregrinos e os visitantes gostam especialmente de fazer as suas orações. Durante o Natal e o Advento, às 20h30, a procissão em frente à gruta assume a forma de um rosário formado por velas acesas.

Uma vez que Lourdes é um lugar muito cosmopolita, durante a época das peregrinações (abril a outubro) todas as quartas e domingos às 9h30 é celebrada uma missa internacional para todos os peregrinos em seis línguas na basílica subterrânea de Pio X.

Longe da agitação, a paisagem urbana e a arquitetura das casas típicas “Bigorre”, com os típicos telhados de telha e as pequenas ruas íngremes, foram preservadas.

O castelo, um impressionante complexo remodelado segundo o projeto de Vauban, foi primeiro a sede dos Condes de Bigorre, esconderijo mercenário, depois prisão real e finalmente guarnição. Desde 1921 alberga o Museu dos Pirenéus, tendo mantido o seu encanto. Sobre a cidade, o Pic du Jer oferece uma vista única e deslumbrante de 360° sobre Lourdes e os picos dos Pirenéus. Com uma ferrovia de cremalheira de 100 anos e muito fascinante do ano de 1900, chega-se ao cume, onde uma pessoa se sente em total harmonia com a majestosa natureza.

DADOS DE CONTACTO

Posto de Turismo LOURDES

Kapellplatz 2a

84503 Altötting

E-Mail: touristinfo (at) altoetting.de

Phone: +49 (0)8671 5062-19

www.altoetting.de

TOP 5 SIGHTS IN ALTÖTTING

Chapel of Grace with the sanctuary, the Black Madonna

The origins of the Chapel of Grace date back to the 7th century. Pilgrims seek out the statue of the Madonna which originates from Burgundy and came to Altötting around 1330. Over the centuries the wooden statue, measuring 66 cm in height, was darkened by the smoke of candles and thus became known as the “Black Madonna”.

Basilica of St. Anne

The reports of two healing miraculous healings in the year 1489 mark the rise of pilgrimages to Altötting: two young children were saved by the intercession of Mother Mary. In the following years further miraculous healings and fulfilled requests were reported. The votive pictures around the Chapel tell stories of all those miracles.

Collegiate Parish Church

In the 19th century a capuchin monk called Brother Konrad lived for 41 years as gatekeeper in the capuchin monastery. He was canonized in 1943 and his reliquary shrine can be visited in the Brother Konrad Church.

Church of St. Konrad

Preceded by Pope Pius VI in 1782 and Pope John Paul II in 1980, more recently Pope Benedict XVI, who was born in Marktl, just a stone’s throw away from Altötting, visited what he referred to as his “spiritual homeland”. Two years later, as a token of his great esteem for the Marian shrine, he conferred the town with the Golden Rose.

Museums: Jerusalem Panorama crucifixion of Christ, Treasury and Pilgrimage Museum, diorama exhibit at the Altöttinger Marienwerk

Preceded by Pope Pius VI in 1782 and Pope John Paul II in 1980, more recently Pope Benedict XVI, who was born in Marktl, just a stone’s throw away from Altötting, visited what he referred to as his “spiritual homeland”. Two years later, as a token of his great esteem for the Marian shrine, he conferred the town with the Golden Rose.

COMO CHEGAR?

AVIÃO

MUNICH AIRPORT

www.munich-airport.de

SALZBURG AIRPORT

www.salzburg-airport.com

Katowice Airport (KTW)

Located in Pyrzowice village, 60 km from Czestochowa
www.katowice-airport.com
(direct bus connection to Czestochowa www.pyrzowiceekspres.pl)

Katowice Airport (KTW)

Located in Pyrzowice village, 60 km from Czestochowa
www.katowice-airport.com
(direct bus connection to Czestochowa www.pyrzowiceekspres.pl)

COMO CHEGAR DE COMBOIO

Good connection between Munich airport and Altötting

www.bahn.com

DE COMBOIO

Flix bus from Munich to Prague with stop in Altötting

www.flixbus.com